Lembra da última derrota do São Paulo para o Bahia em casa?

Lembra da última derrota do São Paulo para o Bahia em casa?

maio 16, 2019 0 Por Bruno Canuto

São Paulo x Bahia se enfrentam o próximo domingo, às 11h (de Brasília), no Morumbi. O jogo é válido pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. Até o momento, o time de Cuca está invicto na competição: três vitórias – Botafogo, Goiás e Fortaleza – e um empate – Flamengo. Ao lado de Santos e Palmeiras possui são os que mais somaram pontos até aqui, 10.

SÃO PAULO NÃO PERDE PARA O BAHIA EM CASA DESDE 2013

O São Paulo, vide o retrospecto recente diante do Bahia, tem boas chances de somar mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Jogando no Morumbi, o time não perde para o rival desde 2013. Na ocasião, o atacante Aloísio ‘Boi Bandido’ abriu o placar, mas o meia Anderson Talisca e o volante Fahel viraram para o time nordestino.

Desde então, o São Paulo venceu dois jogos (2×1 em 2014, e 1xo em 2018) e empatou um (1×1 em 2017).

Escalação do São Paulo na ocasião: Rogério Ceni; Lucas Farias, Rhodolfo, Lúcio e Clemente Rodríguez; Rodrigo Caio, Maicon e Jadson; Osvaldo, Aloísio e Luís Fabiano. Técnico: Milton Cruz.

Ainda entraram no decorrer do jogo o meia Roni e os atacantes Ademílson e Silvinho. Clemente e Rodríguez (aos 87′) e Luís Fabiano (aos 66′) foram expulsos.

O banco de reservas ainda contou com nomes como: o goleiro Denis, o lateral-direito Caramelo (falecido na tragédia do avião da Chapecoense), o lateral-esquerdo Reinaldo, o volante João Schmidt, o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Lucas Evangelista.

NO GERAL, ÚLTIMA DERROTA FOI EM 2017

Contando jogos dentro ou fora de casa, o São Paulo não perde para o Bahia desde o dia 12 de março de 2017, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o meia Régis e o atacante colombiano Stiven Mendoza marcaram para o Tricolor de Aço, enquanto Hernanes descontou para o time do Morumbi em jogo realizado na Arena Fonte Nova.

Escalação do São Paulo na ocasião: Renan Ribeiro; Araruna, Arboleda, Militão e Edimar; Jucilei, Petros, Hernanes e Cueva; Marcinho e Lucas Pratto. Técnico: Dorival Júnior.

No banco, nomes como: o lateral-esquerdo Júnior Taveares e os atacantes Brenner e Marcos Guilherme (o trio entrou no decorrer da partida), o goleiro Sidão, o ex-zagueiro Lugano, os meias Cícero e Shaylon (que atualmente defende o Bahia, mas não vai jogar domingo pois ainda pertence ao São Paulo), e o atacante Pedro Bertoluzo.